terça-feira, 17 de outubro de 2017

Pela anulação da antirreforma trabalhista


Orientações à militância da tendência petista Articulação de Esquerda

Ao mesmo tempo que agride as liberdades democráticas, dilapida o patrimônio e a soberania nacional, curva-se à orientação do imperialismo e do grande capital financeiro, a coalizão golpista avança duramente sobre os direitos da classe trabalhadora brasileira.

O congelamento dos investimentos sociais, a terceirização irrestrita, o fim da aposentadoria e a retirada de direitos trabalhistas, associados ao alto índice de desemprego e profunda crise econômica, produzem gravíssimos efeitos sobre a ampla maioria do povo.

A saída para a crise é derrotar o programa neoliberal, revogando suas contrarreformas.

O Congresso Extraordinário da CUT aprovou a realização de uma Campanha Nacional para Coleta de Assinaturas para um Projeto de Lei de Iniciativa Popular pela Anulação da Reforma Trabalhista. A campanha já está nas ruas desde o dia 7 de setembro, coletando assinaturas em diferentes atividades e locais de trabalho.

sexta-feira, 6 de outubro de 2017

Feminismo para Tempos de Guerra


Tese apresentada pela tendência petista Articulação de Esquerda, para debate e votação no Encontro Setorial Nacional de Mulheres do PT, em Brasília, de 7 à 8/10/17

O Partido dos Trabalhadores e das Trabalhadoras foi criado para lutar por uma sociedade mais justa, menos desigual e para promover uma verdadeira transformação social na vida do povo que mais necessita.

Melhoramos a vida do povo brasileiro e, sobretudo das mulheres trabalhadoras. Programas como Bolsa Família, Minha Casa, Minha Vida, a aprovação da PEC das domésticas, os fortes investimentos em educação que possibilitaram a criação de mais creches e vagas em universidades, também possibilitaram que milhares de mulheres pudessem sentir mais autonomia em suas vidas.

Uma conquista histórica dos movimentos feministas foi a Lei Maria da Penha, que criminaliza a violência doméstica contra as mulheres e prevê o ensino de “conteúdos relativos aos direitos humanos, à equidade de gênero e de raça ou etnia e ao problema da violência doméstica e familiar contra a mulher”.

Em 2010, o povo brasileiro ousou eleger a primeira mulher à Presidência da República. Os governos petistas ousaram quando criaram Secretarias de Políticas para as Mulheres em todos os níveis. A criação da SNPM representou o compromisso dos nossos governos com a diminuição das desigualdades entre homens e mulheres.

As políticas públicas voltadas às mulheres durante os governos progressistas do PT de Lula e Dilma, reafirmaram o compromisso do partido junto no combate ao machismo, racismo, da LGBTfobia e das diversas formas de opressão.

Entretanto, apesar dos avanços que tivemos, ainda há dificuldades de efetivação de tais conquistas, as quais demonstram, também, serem insuficientes diante da desigualdade histórica que nós mulheres estamos inseridas. Nesse sentido é fundamental que seja elaborado um programa estratégico que garanta as mudanças estruturais e o fim da desigualdade de gênero.

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Encontro de ambientalistas do PT-CE


Encontro Setorial Estadual de Meio Ambiente e Desenvolvimento do PT-CE
Sábado, 23/9, 13h-17h, no SindPD
Sindicato dos Trabalhadores em Processamento de Dados
Av. Tristão Gonçalves, 1250 - Fortaleza
(em frente ao Senac)

*Levar documento oficial com foto

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Eleição sem Lula é fraude

Contribuição ao debate sobre conjuntura

A direção nacional da tendência petista Articulação de Esquerda apresenta, à reunião do Diretório Nacional do Partido dos Trabalhadores, nos dias 21 e 22 de setembro de 2017, a seguinte contribuição ao debate sobre conjuntura.


1. Reunimos o Diretório Nacional em uma situação mundial, regional e nacional marcada por extrema tensão política, social, econômica e militar. A direção partidária alerta o conjunto do Partido, nossos aliados, a classe trabalhadora e o conjunto da população brasileira acerca da gravidade da situação, cabendo às direções partidárias em todos os níveis tomar as devidas providências.

2. A situação mundial segue evoluindo em direção a maiores e mais profundos conflitos militares, articulados com um situação econômica que pode desembocar num agravamento da crise sistêmica do capitalismo que teve inicio em 2007/2008. Neste contexto, a situação regional continua marcada pela ofensiva do imperialismo dos EUA e das oligarquias locais, contra as forças progressistas e de esquerda. Este é o traço comum do que está ocorrendo, por exemplo, na Venezuela, El Salvador, Uruguai, Equador, Argentina e Brasil.

3. Em nosso país, prossegue a ofensiva reacionária contra direitos sociais, liberdades democráticas e a soberania nacional. Até agora, apesar dos esforços, com destaque para a Frente Brasil Popular, não tiveram êxito as tentativas de deter a ofensiva reacionária, nem através da mobilização de rua, nem através da greve geral, nem no parlamento, nem no judiciário. Mas continua existindo a possibilidade de deter e reverter a ofensiva reacionária, através de uma vitória eleitoral do campo democrático e popular em 2018.

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Mulheres pela paridade no PT


Às companheiras participantes do Encontro Estadual Setorial de Mulheres do PT-CE:

A CHAPA 1, tem como candidata à Secretária a companheira Aila Marques, feminista, militante do PT desde 1984 e que sempre esteve engajada na luta das mulheres por igualdade de direitos.

A nossa chapa entende que o feminismo é imprescindível para o Socialismo. Portanto, a nossa luta é todo dia, inclusive dentro do PT, permeado pelo machismo nas instâncias partidárias.

Este encontro tem que reafirmar a determinação estatutária da PARIDADE nas direções, na teoria e na prática. Não podemos admitir que a própria Executiva Nacional dê um mau exemplo, desrespeitando a conquista da luta pelo empoderamento das mulheres. Nem aceitamos a conivência silenciosa de dirigentes que lá estão, homens e mulheres, com tal distorção na nossa representatividade.

sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Plenária da AE-CE prepara militância para Encontros Setoriais do PT


Plenária da Articulação de Esquerda - CE
Pauta: Encontros Setoriais do PT

Sábado, 9 de setembro, 14:30h
Associação Comunitária Dom Aloísio Lorscheider

Rua Jose Augusto Carvalho, 44
Autran Nunes - Fortaleza

terça-feira, 29 de agosto de 2017

Lula no Ceará AO VIVO

Nos dias 29 e 30 de agosto, o ex-presidente Lula visita o Ceará para ver de perto as ações dos governos do PT que transformaram a vida dos cearenses. Assista AO VIVO:

Lula no Crato (30/8):



Lula em Quixadá (29/8):



segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Página 13 de setembro


Editorial

Eleição sem Lula é fraude

A coalizão golpista tem unidade estratégica em torno de três objetivos: reduzir o salário direto e indireto pago para a classe trabalhadora; reduzir as liberdades democráticas; alinhar o Brasil com a política externa dos EUA e seus aliados.

Desde o golpe a coalizão vem conseguindo implementar seu programa. Entretanto, há dificuldades, que podem se avolumar e desembocar numa derrota eleitoral das candidaturas vinculadas ao golpismo.

Por isto a coalizão golpista vem buscando maneiras de interditar a candidatura Lula, inviabilizar o funcionamento do PT, dificultar a ação do movimento sindical, criminalizar a resistência popular e bloquear as brechas eleitorais da esquerda, por exemplo através do parlamentarismo, do voto distrital ou “distritão”, bem como vitaminando candidaturas populistas de direita.

quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Palestra de advogados de Lula em Fortaleza


Em Fortaleza:
Palestra denúncia com os advogados de defesa do ex-presidente Lula
Com: Dr. Cristiano Zanin Martins e Dra. Valeska Teixeira Zanin

Os Direitos fundamentais no Brasil da Java Jato: o uso do Lawfare contra o ex-presidente Lula 

Dia 28 de agosto (segunda) às 10 horas
Na Assembléia Legislativa do Ceará
(auditório Murilo Aguiar)
Av. Desembargador Moreira, 2807
Fortaleza - CE

terça-feira, 22 de agosto de 2017

Lula no Ceará, em 29 e 30 de agosto


A caravana "Lula pelo Brasil" está percorrendo todos os estados do Nordeste

Ao longo de 20 dias, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai passar por 25 cidades, atravessando nove estados em um total de 3.700 quilômetros. Esse é o projeto Lula Pelo Brasil, para escutar o povo, além de avaliar os programas e políticas públicas implantados nos governos do PT.

Todos os estados do Nordeste estão sendo visitados pelo ex-presidente. A região corresponde a aproximadamente 1/4 da população brasileira, com mais de 50 milhões de habitantes.

Nos dias 29 e 30 de agosto a parada é no Ceará. No primeiro dia no Estado, Lula chega ao município de Quixadá, na Região Sertão Central. No dia seguinte, a caravana segue para Crato, na Região do Cariri.